Últimas Notícias

PROPAGANDA

PROPAGANDA

#Brasil - Betume: PF deflagra no AM e mais 2 estados operação contra o tráfico internacional de drogas

13/10/2016, quinta-feira

Foto: ‘Viajando’ em peças de metal pesado, o que dificultava a fiscalização, o quilo da cocaína chegava a custar mais de 100 mil dólares, gerando lucros astronômicos para o grupo criminoso (Arquivo A Crítica)

Cerca de 100 policiais cumpriram mandados em Manaus, Tabatinga e cidades do Pará e Paraná. O grupo, chefiado por um peruano, atuava na tríplice fronteira e enviava cocaína para Europa, Ásia, África, Oceania e América do Norte

acritica.com
Manaus (AM)

A Polícia Federal iniciou na manhã desta quinta-feira (13) a Operação Betume, com objetivo de combater uma organização criminosa dedicada ao tráfico internacional de drogas na região da tríplice fronteira, entre Brasil, Peru e Colômbia. Mandados judiciais começaram a ser cumpridos em Manaus e Tabatinga, no Amazonas, na cidade de Tomé-Açu, no Pará, e em Curitiba, capital do Paraná.

Aproximadamente 100 policiais federais iniciaram o cumprimento de seis mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária, oito mandados de busca e apreensão, sete mandados de condução coercitiva, além de diversos mandados de sequestro e bloqueio de bens móveis, imóveis e contas bancárias, expedidos pela Justiça Federal do Amazonas e em desfavor dos investigados.

Investigações conduzidas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE-AM) demonstraram que a organização possuía fortes vínculos na região da tríplice fronteira, local em que adquiriam a droga e era chefiada por um cidadão de nacionalidade peruana, que já foi preso na manhã de hoje na capital. Entre outros presos também estão dois advogados do Amazonas que colaboravam com as atividades ilícitas: E. W. de L. T. e J. de M. C. J.

As investigações revelaram, também, que a organização criminosa adotava um elaborado “modus operandi” para o envio de grandes cargas de cocaína pura (cloridrato de cocaína, popularmente conhecida como “escama de peixe” ou “brilho”) para o exterior, no qual a droga era oculta no interior de maquinários, cilindros, tambores e outras peças de metal pesado, de maneira a dificultar a localização destes durante fiscalizações das forças de segurança pública.

De acordo com a Polícia Federal, por meio deste sofisticado esquema a droga era enviada de Manaus para países na Europa, Ásia, África, Oceania e América do Norte, locais em que o quilo da droga poderia alcançar valores superiores a 100 mil dólares, gerando lucros astronômicos para o grupo criminoso.

Em todo o Brasil foram apreendidas diversas cargas de drogas em processo de exportação para países como Senegal e Austrália, sendo apreendidas também, mediante cooperação internacional, cargas que já haviam deixado o território nacional com destino ao México, Estados Unidos, Canadá e Reino Unido.

Os envolvidos serão indiciados pela prática dos crimes de tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Informações complementares serão repassadas para a imprensa durante entrevista coletiva na sede da Superintendência da Polícia Federal em Manaus, no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste, às 10h.

Fonte: A Crítica

Seja o primeiro a comentar

Nenhum comentário:

Postar um comentário